top of page

TUTORIAL DE AULA PRÁTICA
NOME DA DISCIPLINA: PRIMEIROS SOCORROS

 

PROCEDIMENTOS PRÁTICOS
Atividade proposta:

As atividades práticas da disciplina de Primeiros Socorros receberam algumas adaptações para
que o aluno consiga realizar certos procedimentos em seu ambiente domiciliar, frente a
pandemia da Covid-19. Para um melhor aproveitamento das atividades, proponho que sigam
as instruções apresentadas, e que acompanhem o vídeo gravado por meio do link
disponibilizado ao final deste material.
Lembre-se:
 Todos os vídeos das aulas práticas disponibilizados no ambiente virtual da disciplina
devem ser assistidos.
 Os alunos farão as atividades individualmente em suas casas.
 Os procedimentos podem ser realizados pelo aluno com outra pessoa de seu convívio,
ou em si mesmo.
 Ao final, o aluno deverá elaborar um relatório único das quatro aulas práticas.
Aula 1
Os temas relacionados a aula 1 estão voltados ao controle de hemorragias, e ao atendimento inicial em casos de queimaduras e nos acidentes com animais peçonhentos.
Para o controle das hemorragias, o aluno deverá desenvolver todas as técnicas propostas em aula, como: compressão direta; compressão direta associada a elevação do membro; curativo compressivo; compressão indireta; e torniquete.
Materiais: pano limpo, fralda, toalha ou lenço; tiras longas de tecido ou atadura; caneta; esparadrapo.
Para o atendimento às vítimas de queimaduras, o aluno deve compreender alguns conceitos básicos, como o resfriamento do local da lesão por 5 a 10 minutos, realizar cobertura com pano limpo ou gaze, sem fazer compressão, além de retirar adornos, com pulseiras, relógios ou anéis.
Se necessário, as roupas que não estiverem aderidas à lesão não devem ser retiradas, pomadas, cremes ou outros produtos não devem ser aplicados, e as bolhas não devem ser rompidas.

Materiais: gaze ou pano limpo; água corrente em torneira.
Para o atendimento às vítimas de acidentes com animais peçonhentos, compreender alguns conceitos básicos, como lavar local tingido com água e sabão, aplicar compressa morna para
alívio da dor e manter a vítima em repouso.
Materiais: água e sabonete; compressa morna.

Aula 2
Os temas relacionados a aula 2 estão voltados a realização de imobilização com papelão, atadura ou tiras longas de tecido. Cabe destacar que a imobilização deve alcançar a articulação
proximal e distal, e que após a realização do procedimento, o aluno deve monitorar a circulação das extremidades.
Materiais: papelão; atadura ou tiras longas de tecido.

Aula 3
Os temas relacionados a aula 3 estão voltados a avaliação da vítima de trauma por meio das etapas ABCDE:
A: Abertura de vias aéreas e controle de cervical.
B: Avaliação da respiração.
C: Avaliação da circulação e controle de hemorragias.
D: Avaliação do estado neurológico.
E: Exposição com controle de temperatura.

Aula 4
Os temas relacionados a aula 4 estão voltados a realização das manobras de ressuscitação cardiopulmonar no Suporte Básico de Vida.
O atendimento à parada cardiorrespiratória deve ser realizado conforme a sequência das etapas da corrente de sobrevivência da AHA:

Reconhecimento precoce e acionamento do serviço de emergência
Ao observar uma vítima inconsciente, busque avaliar se a respiração está ausente, se apresenta gasping e se há pulso palpável.
 Checar responsividade: chamar a pessoa em voz alta, tocando em seus ombros;
 Vítima que não responde: chamar, pedir que alguém chame o serviço especializado (SAMU 192) e solicitar que tragam o desfribilador externo automático (DEA);
 Verificar a respiração e o pulso simultaneamente. Checar pulso central (carotídeo) em até 10 segundos.

RCP precoce
 Posicionar o paciente em decúbito dorsal em superfície plana, rígida e seca.
 Respiração ausente, ou gasping, e pulso ausente: iniciar RCP pelas compressões torácicas, mantendo ciclos de 30 compressões eficientes e duas ventilações, ou realizar somente compressões torácicas na frequência de 100 a 120/min e checar pulso a cada 2 minutos.
Desfibrilação precoce
Os ciclos de RCP devem ser realizados até a chegada do DEA ou da equipe especializada. O DEA deve ser utilizado assim que estiver disponível, entretanto, as manobras de reanimação devem ser mantidas até a efetiva instalação e disponibilidade do equipamento.
 Instalar os eletrodos do DEA diretamente sobre a pele do tórax da vítima enquanto são realizadas as compressões torácicas;
 Ligar o aparelho;
 Interromper as compressões assim que o equipamento solicitar análise e seguir as orientações do aparelho quanto à indicação de choque.
 Se choque for indicado:
 Solicitar que todos se afastem do contato com o paciente;
 Disparar o choque quando indicado pelo DEA; e
 Reiniciar imediatamente as compressões torácicas após o choque por 2 minutos.
 Quando o choque não é indicado, as compressões e insuflações devem ser realizadas normalmente por um período de 2 minutos, após, checar o ritmo com o DEA.

TUTORIAL DE AULA PRÁTICA NOME DA DISCIPLINA: PRIMEIROS SOCORROS

R$ 250,00Preço
  • COMPLETO PRONTO PARA SER ENVIADO

    TUTORIAL DE AULA PRÁTICA
    NOME DA DISCIPLINA: PRIMEIROS SOCORROS

     

     

    COMPARTILHE

123.png
bottom of page