top of page

PORTFÓLIO O AUMENTO DA POPULAÇÃO IDOSA NO BRASIL E O CONSEQUENTE PROCESSO DE ENVELHECIMENTO

 

 

Portfólio O aumento da população idosa no Brasil e o consequente processo de envelhecimento

 

Curso: Gerontologia

 

Semestre: 2°

 

Seja bem-vindo a este semestre! A proposta da Produção Textual Interdisciplinar Individual
(PTI) terá como temática: “O aumento da população idosa no Brasil e o consequente processo de
envelhecimento”. Esta temática possibilita a aprendizagem interdisciplinar, considerando as
diversas disciplinas do semestre, com o objetivo de desenvolver ações referente à área de atuação.

Situação Geradora de Aprendizagem (SGA)

Nos dias de hoje, deparamo-nos com notícias diárias sobre a população idosa no Brasil. São dados
que mostram que esta vem envelhecendo e, consequentemente, o país precisa estar preparado para
acompanhar este processo. Diante disto, uma interessante reportagem apresentou dados concretos
em relação ao quanto esta população vem mudando. Acompanhe:

IBGE mostra que, em 40 anos, a população idosa vai triplicar

A população envelhece e novas demandas e oportunidades cercam o mundo do
empreendedorismo e ter a chance de ter um negócio de baixo risco e baixo custo parece ser um caminho seguro e rentável.

Publicado: 23/11/21

De acordo com dados numéricos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a estrutura
da pirâmide etária da população brasileira está em processo de mudança e, até 2050, terá se alterado
significativamente. Há 20 anos, para cada grupo de 100 crianças de 0 a 14 anos existiam 24,7 idosos
de 65 anos ou mais. Em 2050, neste mesmo contexto, o cenário muda para 172,7 idosos. Além disso,
uma pesquisa feita pela Folha de S. Paulo em relação ao Brasil e ao mundo, em 10 anos, alega que a
sociedade brasileira envelheceu, ou seja, o perfil demográfico do país caminha a passos acelerados
rumo ao envelhecimento.

Atualmente, nota-se que no país o crescimento da população brasileira total foi elevado. O aumento
da população idosa do Brasil tem sido muito mais intenso do que no cenário global. O número de
brasileiros idosos de 60 anos e mais era de 2,6 milhões em 1950, passou para 29,9 milhões em 2020
e deve alcançar 72,4 milhões em 2100.

O envelhecimento da população brasileira é tema recorrente em pesquisas demográficas e
comportamentais, mas pouco se fala sobre o impacto do aumento da expectativa de vida e na
demanda por Instituições de Longa Permanência (ILPI) – ou asilos e abrigos. Estudo do Instituto de
pesquisa econômica aplicada (IPEA) descobriu que apenas 0,5% da população com mais de 60 anos
está em uma das 3.548 instituições brasileiras. Mais de dois terços dos municípios brasileiros não
têm nenhum abrigo para idosos aponta a tendência de crescimento dos números de idosos a procura
dessas casas. A quantidade de familiares que antes cuidava dos mais velhos diminuiu. E com o núcleo
familiar cada vez menor a busca por “cuidadores” fora da esfera parental cresceu.

Diante desse cenário para Robson Yugino CEO Dom Residencial Sênior, comenta “Sei que os desafios
enfrentados pelo empreendedor são inúmeros, porém, nem sempre eles dispõem de tempo e
habilidade para driblá-los e fazerem suas análises, bem como tomar suas decisões, que é na melhor
idade que o idoso necessita de mais atenção e exige maiores cuidados, e poder contar com um
espaço agradável que proporciona ao hóspede um atendimento integral em local amplo, estruturado
e com uma equipe de profissionais capacitados para acompanhamento do idoso, isso gera segurança
aos familiares. Dos mais de 1,8 milhões de idosos da cidade de São Paulo, 290,771 (16%) vivem
sozinhos, sendo 22.680 deles com 90 anos ou mais de acordo com a Fapesp”.
Disponível em: encurtador.com.br/jozAI. Acesso em: 09 dez 2021.

Após a leitura da reportagem percebe-se o quão avassalador vem se mostrando o crescimento da
população idosa e, em relação a isto, o desafio lançado a você envolve realizar uma pesquisa a
respeito de algumas questões que permeiam esta problemática, tais como:

• Segundo à Organização Mundial de Saúde (2020) “o fato de as pessoas estarem vivendo mais,
não significa que elas estão vivendo com melhor saúde e tendo suas necessidades
atendidas”. Diante desta realidade, a Organização Mundial de Saúde (OMS) e a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) estabeleceram diferentes diretrizes para apoiar
ações, em quatro áreas diferentes, em prol do envelhecimento saudável, enquanto uma
iniciativa global. Dito isso, cite e descreva pelo menos um exemplo de estratégia que poderia
ser implementada, no contexto brasileiro, em cada uma das quatro áreas descritas na
iniciativa da OMS. Lembre-se, todos nós (cuidador, família, Estado e comunidade), podemos
e devemos desenvolver um papel ativo na promoção do envelhecimento bem-sucedido.
Para maiores informações, mais, acesse: https://bit.ly/3m1BrDC e/ou
https://www.paho.org/pt/decada-do-envelhecimento-saudavel-2021-2030

• Pensando no processo de envelhecimento, as mudanças fisiológicas e a prevalência de
doenças crônicas nessa população, como os profissionais da área da gerontologia podem se
preparar para o atendimento diante das urgências e emergências comuns nessa fase da
vida?

• Como lidar com a questão do luto, tão presente nesta fase do desenvolvimento humano?

Após sua pesquisa você deverá apresentar, em formato de texto, as soluções para as possíveis
problemáticas apresentadas, considerando os aspectos pertinentes às disciplinas do
semestre. Lembrando que todas as questões devem ser respondidas ao longo do seu texto.

PORTFÓLIO O AUMENTO DA POPULAÇÃO IDOSA NO BRASIL E O CONSEQUENTE PROCESSO

R$ 50,00Preço
  • Completo pronto para ser enviado.

    Curso: Gerontologia

     

    Semestre: 2°

     

     

    COMPARTILHE

123.png
bottom of page