top of page

Portfólio Ministério da Saúde credencia Centros para enfrentamento da Covid-19 

 

 

Curso: Gestão Hospitalar Semestre: 3º e 4º

 

 

Disciplinas:
• Saúde Coletiva

• Formação Integral em Saúde

• Estratégia da Saúde da Família

• Microeconomia

 

A proposta de Produção Textual Interdisciplinar Individual (PTI) terá como temática a
reportagem: “Ministério da Saúde credencia Centros para enfrentamento da Covid-19 em favelas”. Esta
temática possibilita a aprendizagem interdisciplinar, considerando as diversas disciplinas do
semestre, com o objetivo de desenvolver ações referentes à área de atuação.

 

Situação Geradora de Aprendizagem (SGA)

O Ministério da Saúde credenciou 57 Centros Comunitários de Referência para Enfrentamento da
Covid-19 em 19 cidades com favelas ou comunidades. As estruturas reforçam a assistência à
população no Sistema Único de Saúde (SUS) durante a pandemia, com a identificação e tratamento
precoce de casos leves da doença. Além disso, o Ministério da Saúde destina recurso adicional per
capita para 746 equipes da Atenção Primária à Saúde (APS) que atuam nas comunidades. Os
credenciamentos constam na Portaria nº 1.742 de 13 de julho de 2020. O incentivo total é de R$ 29,9
milhões.
Foram credenciados 45 Centros do tipo 1, destinados a atender comunidades e favelas que tenham
população entre 4 e 20 mil pessoas; e 12 Centros do tipo 2, para aquelas com população maior que
20 mil habitantes. O adicional per capita é um incentivo para qualificar o cadastro de pessoas que
vivem nessas áreas, principalmente as que integram grupos de risco. Essa ação é um estímulo a maispara as equipes de Saúde da Família (eSF) e equipes de Atenção Primária (eAP) cadastrarem novosusuários e atualizarem os registros daqueles que já são acompanhados nesses territórios.Os Centros Comunitários são estruturas auxiliares, que servem para identificação precoce dos casos,com atendimento adequado das pessoas com síndrome gripal (SG) e Covid-19. Estesestabelecimentos temporários possibilitam que os demais serviços oferecidos nas unidades de saúdeda Atenção Primária, como cuidados com a saúde da criança, consultas de pré-natal,acompanhamento de pessoas com doenças crônicas como diabetes e hipertensão, sejam mantidose retornem à rotina habitual.

 

TAREFAS

DESAFIO 1

Como a vigilância epidemiológica pode atuar e colaborar com as atividades desenvolvidas nos
Centros Comunitários? Como os Centros Comunitários podem contribuir com a vigilância
epidemiológica?

DESAFIO 2

O Sistema Único de Saúde (SUS) é um dos sistemas mais robustos do mundo, possui suas fragilidades
e potencialidade, está presente em todo o território nacional e está tendo um papel de destaque no
enfrentamento da pandemia por COVID-19. O SUS vai muito além do atendimento a doentes, pois
compreende um sistema que articula a rede básica com unidades de urgência, emergência, terapia
intensiva e internação, além das vigilâncias em saúde. Mesmo com suas fragilidades, o Ministério da
Saúde vem buscando medidas para atender toda população, como demonstrado na reportagem
acima. Sendo assim, os princípios e diretrizes são as bases para o funcionamento e estruturação do
SUS. Agora é a sua vez! Conceitue os princípios doutrinários e organizativos do SUS e contextualize
quais deles são fundamentais e aplicáveis para o enfrentamento da pandemia?

DESAFIO 3

O Ministério da Saúde criou através das Portarias nº 1.444 e 1.445 os Centros Comunitários de Referência para
Enfrentamento da Covid-19 (exclusivamente para municípios que têm comunidades e favelas) e os Centros de
Atendimento para Enfrentamento da Covid-19 (disponíveis para todos os municípios), respectivamente. Esses
estabelecimentos atuam como ponto de referência da Atenção Primária dentro da rede de atenção à saúde
(RAS) do Sistema Único de Saúde (SUS), aumentando o acesso à assistência em saúde da população brasileira
e organizando o fluxo de atendimento nas unidades de saúde.
Considerando o exposto, e as referências recomendadas, analise e explique quais os objetivos para a criação
desses estabelecimentos de enfrentamento para a Covid-19 junto à APS. Além disso, discorra sobre o impacto
dessa estratégia para a RAS, principalmente para a APS.

DESAFIO 4

O objeto da economia é a escassez que evidencia desigualdade entre os desejos humanos e os meios
disponíveis para satisfazê-los. A microeconomia indica que a escassez econômica irá gerar uma
decisão de escolha. Diante de tal afirmação e tomando por base as decisões de escolhas presentes
no artigo advindas da situação provocada pela pandemia do COVID 19, explique por meio dos
descritores abaixo os motivos que levam as pessoas (empresas, governo e consumidores) a
escolherem determinada opção em detrimento a outra.
1. Necessidades são ilimitadas.
2. Pessoas enfrentam trade-offs.
3. Pessoas respondem a incentivos.
4. Escolhas são racionais.

 

Portfólio Ministério da Saúde credencia Centros para enfrentamento da Covid-19 e
COMPLETO PRONTO PARA SER ENVIADO.

Portfólio Ministério da Saúde credencia Centros para enfrentamento da Covid-19 e

SKU: 2021-2
R$ 50,00Preço
  • Completo pronto para ser enviado.

    Curso: Gestão Hospitalar

    Semestre: 3º e 4º

     

     

    COMPARTILHE

123.png
bottom of page