top of page

Portfólio Historiografia e noções de trabalho


Curso: Licenciatura em História


Semestre: 3º/4º

 

A presente proposta de Produção Textual Interdisciplinar Individual (PTI) possui como
temática “Historiografia e noções de trabalho”. Escolhemos esta temática para possibilitar a
aprendizagem interdisciplinar dos conteúdos desenvolvidos nas disciplinas desse semestre.
É comum que o tema “trabalho” seja o centro das discussões teóricas na área de ciências
humanas, contudo, é importante atentar para as mudanças na noção de trabalho ao longo do tempo.
Observe como o Dicionário de Conceitos Históricos apresenta o conceito de “trabalho”:
Em sua definição mais comum, trabalho é toda ação de transformação da matéria
natural em cultura, ou seja, toda transformação executada por ação humana. Mas o
trabalho tem significados diferentes de acordo com a cultura que o vivencia e, em
muitos casos, o que é considerado trabalho em uma não é na outra. Em muitas
línguas europeias, há inclusive uma distinção entre o trabalho que dá
reconhecimento social, uma obra, e o trabalho repetitivo, o trabalho. Tal
diferenciação, no entanto, não existe em português. […]
A sociedade contemporânea entende o trabalho como uma categoria única, um tipo
unificado de conduta: é uma atividade regulamentada que visa a produzir valores
úteis ao grupo. A sociedade de mercado, em que todos os valores úteis são os criados
para o mercado, unifica a percepção de todas as tarefas produtivas como trabalho.
Todos entendem suas atividades particulares nessa categoria geral. Em uma
economia plenamente comercial, segundo Vernant, todas as atividades produtivas
são colocadas lado a lado de forma homogênea, criando assim o conceito atual de
trabalho.
Na Antiguidade, por outro lado, cada tarefa se definia a partir de seu produto
particular, e não havia uma percepção geral de que toda a produção de alguma coisa

era um esforço humano criador de valor social. Assim, na Grécia antiga não existia o
trabalho como função humana que abarca todas as atividades. Inclusive, a
agricultura não era nem mesmo encarada como uma atividade profissional,
aparentando-se mais, no ver de Xenofonte, à atividade guerreira. […]
No contexto do mundo industrial, e diríamos pós-industrial, o trabalho é uma
categoria que representa um esforço coletivo e socialmente organizado, o que
contrasta com sociedades como a Grécia antiga.
(Silva, Kalina Vanderlei; Silva, Maciel Henrique. Dicionário de conceitos
históricos. São Paulo: Contexto, 2009. p. 400 – 404.)
A partir do exposto, propomos uma discussão acerca da noção de trabalho. A proposta é
discutir a noção de trabalho em diferentes sociedades e épocas: Grécia e Roma antigas, Europa feudal
e América espanhola (América Latina Colonial).
ORIENTAÇÕES DA PRODUÇÃO TEXTUAL
A Leitura da Situação Geradora de Aprendizagem e da Situação-Problema fornecerá os
elementos necessários para a produção textual proposta na sequência.
SITUAÇÃO GERADORA DE APRENDIZAGEM (SGA)
Augusto é formado em História e está concorrendo a uma vaga para trabalhar em uma editora
especializada na produção de livros didáticos. Se for considerado apto para assumir a vaga, Augusto
irá fazer parte de uma equipe responsável pela elaboração de livros didáticos de História, voltados
para o Ensino Médio. O responsável pela contratação solicitou que os candidatos à vaga entreguem:
o currículo lattes; um texto de no mínimo 2 e no máximo 4 laudas sobre o tema “Historiografia e
noções de trabalho”, contendo uma imagem referente ao mesmo; e, três atividades que levem o(a)
estudante do Ensino Médio a uma reflexão sobre o tema em questão. Os candidatos ainda receberam
outras orientações para escrever o texto: o texto deve ter o caráter de um “material complementar”
para ser inserido no final de um dos capítulos do livro didático de História; deve fazer uso de
linguagem acadêmica e ao mesmo tempo didática e clara para estudantes do Ensino Médio. Será
selecionado para a vaga o candidato que apresentar o melhor material.
Depois de várias leituras, Augusto decidiu abordar em seu texto a noção de trabalho em
diferentes sociedades e épocas, em especial: na Grécia e Roma antigas, na Europa feudal e na
América espanhola. Para escrever o texto, Augusto também considerou as discussões realizadas no
decorrer do curso de História, em especial nas disciplinas de História Antiga, História Medieval,
História da América, Historiografia e Trajetórias e Perspectivas do Ensino de História.

SITUAÇÃO-PROBLEMA (SP)
Seu desafio é se colocar no lugar de Augusto e:
A) Elaborar um texto (de 2 a 4 laudas) sobre “Historiografia e noções de trabalho”. Seguem algumas
questões relevantes que deverão nortear a elaboração do texto:
1. Compare as noções de trabalho nas sociedades antigas, na idade média e na América espanhola.
1.1 Qual a noção de trabalho existente na antiguidade, em especial na Grécia e em Roma?
1.2 Na Idade Média, qual noção de trabalho prevaleceu no ocidente europeu?
1.3 Na América espanhola os indígenas já eram acostumados ao trabalho compulsório e produção de
excedente. Como os espanhóis se aproveitaram dessa mentalidade indígena em relação ao trabalho?
Qual a noção de trabalho presente na América espanhola entre o final do séc. XV e o séc. XVIII?
2. Analise a relação entre trabalho, sociedade e economia. Como os modelos econômicos de cada
período influenciaram a concepção de trabalho?
3. O trabalho é sempre, em todas as sociedades, sentido como submissão? Apresente exemplos.
B) Pesquise e selecione uma imagem (podendo ser fotografia, ilustração, pintura, charge, caricatura,
etc) que contemple uma das questões abordadas por você no texto. Insira a imagem no texto (no
início, meio ou fim). A imagem deve ocupar no máximo ¼ da lauda. Lembre-se de inserir: título/tema
da imagem, ano de produção, autor, fonte/site.
C) Elabore três atividades (1 lauda) que levem os(as) estudantes do Ensino Médio a refletirem sobre
o que foi abordado no texto e sobre a imagem que você selecionou. Não elabore atividades como:
palavras-cruzadas ou caça-palavras, complete lacunas, elaboração de resumo. Adeque as atividades
à idade/série do(a) estudante (1º, 2º ou 3º ano do Ensino Médio), por exemplo: uma questão estilo
vestibular, análise de uma citação histórica ou mesmo de uma imagem.

Portfólio Historiografia e noções de trabalho

R$ 100,00Preço
    123.png
    bottom of page