top of page

Portfólio Elaborar um projeto de Recuperação de Área Degradada de uma área de mineração a céu aberto.

 

Curso: Tecnologia em Gestão Ambiental Semestre: 3º 

 

Disciplinas:
• Fundamentos da Geomorfologia e Geologia

• Estatística e Indicadores Ambientais

• Cartografia e Geoprocessamento Ambiental

• Recuperação de Áreas Degradadas

 

A proposta de Produção Textual Interdisciplinar Individual (PTI) tem como tema “Elaborar um projeto de Recuperação de Área Degradada de uma área de mineração a céu aberto”.
Próximo a região onde você mora houve, no passado, a exploração mineral para extração de rochas ornamentais que resultou em uma sensível alteração na paisagem. A extração de rochas foi importante para o desenvolvimento econômico da região, contudo, no começo da década de 1980 a atividade entrou em declínio e as atividades cessaram por volta de 1985.
Como a exploração ocorreu anterior ao Decreto Lei 97.632/1989, que determina que toda exploração mineral no Brasil deve ser precedida de um Plano de Recuperação de Área Degradada, após o fim das atividades de lavra a área simplesmente foi abandonada.

 

LEITURA E INTERPRETAÇÃO DA SGA

A região onde você mora foi destaque econômico no passado devido à extração de mármore, utilizado como pedra ornamental. Contudo, os tempos de pujança da atividade mineradora se acabaram em meados da década de 1980, quando as lavras foram abandonadas por não serem mais atrativas economicamente.
Na paisagem, restaram as cicatrizes nos morros, bem como cavas e restos de rochas. Em partes da área de lavra uma vegetação escassa e arbustiva pode ser notada, mas a área, em si, não apresenta maiores atrativos, tanto que, fora esporádicos grupos de jipeiros, a área não é visitada por ninguém, mesmo sendo relativamente próxima à cidade, cerca de 10km.
O prefeito passou a se interessar pela recuperação da área quando ficou sabendo que municípios como São Paulo, Curitiba e Caçapava do Sul (RS) recuperaram áreas que foram utilizadas para mineração e transformaram em importantes áreas de lazer. A ideia original é recuperar grande parte da área com vegetação nativa e fazer uma derivação em um córrego próximo para criar uma lagoa na maior das cavas resultantes da extração mineral. A área também deverá receber iluminação pública, área para camping, quadras poliesportivas, bancos e jardinagem. A área total possui aproximadamente 500.000m².
Para viabilizar a elaboração de um projeto tão complexo foi necessário contratar uma equipe multidisciplinar que tivesse a competência de analisar as condições naturais e apontar soluções possíveis para a criação da área de lazer pretendida pelo prefeito. Dentre uma equipe formada por geólogo, geógrafo, engenheiro civil e biólogo você foi convidado a fazer parte como Gestor Ambiental.
EXECUÇÃO DO TRABALHO

1 - Introdução
Na introdução você deverá indicar o conteúdo a ser trabalhado no projeto. Portanto, é importante que você indique qual a atividade mineradora a ser trabalhada, caso não opte pelo mármore. Deverá ser explicado também a importância econômica da mineração e a dependência que temos da mineração na vida moderna e os principais impactos ambientais negativos da atividade mineradora.
2– Caracterização da área
Neste tópico deverá ser descrito a área da mineração e seu entorno. Caso não seja abordada uma área real, você deverá descrever uma área fictícia e, para tanto, deverá pesquisar sobre uma área existente para se basear. Deverá ser abordado solo e relevo, além de ser apresentada a formação geológica do minério. Não se esqueça de referenciar e, preferencialmente, utilize citações!
Para apresentar a área ao leitor do projeto o uso de imagens é fundamental. Você deverá pesquisar sobre imagens de satélites que podem ser utilizadas para a representação da área e seu entorno.

3 – Caracterização do meio biótico
Neste tópico deverá ser descrita a caracterização fitofisionômica e florística da área de da intervenção e entorno. É importante utilizar referencial bibliográfico neste tópico.
4 – Caracterização da degradação
Deverá ser abordado o tipo de degradação e seu causa de ocorrência, por exemplo, processos erosivos, perdas de solo, assoreamento, alteração da dinâmica dos corpos hídricos, lesão ou morte de indivíduos da flora ou fauna, perda de biodiversidade, perda de espécies ameaçadas ou endêmicas.

5 - Objetivos do PRAD e medidas de recuperação
Neste tópico deverá ser abordada a metodologia para a recuperação da área e a proposta de recuperação (Restauração stricto senso: a volta completa de ambientes pouquíssimos perturbados as condições originais preexistentes e mesmo assim com remota possibilidade de ser alcançada; Restauração lato senso: ambientes com baixa intensidade de perturbação e, consequentemente, com boa resiliência, mas que não retornaria exatamente a condição original; Reabilitação: para perturbações irreversíveis se não houver intervenção antrópica efetiva; Redefinição ou redestinação: relacionada ao uso distinto da área, sem vínculo com o ecossistema original).

6 – Medidas de Manutenção

A recuperação da área pode levar anos e, por isso, a manutenção deve estar contemplada no projeto. Medidas como irrigação, adução, roça, coroamento, controle de pragas e substituição de espécies mortas são fundamentais para que o projeto tenha êxito.
7 – Considerações Finais
Neste tópico deverão ser apontadas as conclusões sobre o trabalho, destacando a importância do mesmo para a formação discente.
8 – Referências Bibliográficas
Inserir a bibliografia utilizada e consultada para a elaboração do trabalho.

 

Portfólio Elaborar um projeto de Recuperação de Área Degradada de uma área de mineração a céu aberto.

Portfólio Elaborar um projeto de Recuperação de Área Degradada

SKU: 2021-2
R$ 70,00Preço
  • Completo pronto para ser enviado.

    Curso: Tecnologia em Gestão Ambiental
    Semestre: 3º

     

    COMPARTILHE

123.png
bottom of page